2013-02-03

Carpe Diem

Ainda bem, para mim, que há muito tempo interiorizei isto: Carpe Diem, porque se não o tivesse feito, estaria mesmo muito arrependida.
Carpe dia, aproveitar o dia, o momento, todos os momentos de cada dia. 
Agora que o mundo do trabalho, fora de casa, está de volta à minha vida, tenho mesmo de aproveitar todos os momentos, porque são cada vez mais fugazes os momentos que passo como realmente quero passar!
Num dia destes, enquanto preparava o jantar, já depois de ter dado banho aos miúdos e acendido o lume, pensava no tempo útil que iria ter com a miúda e não foram mais de 20 minutos.
Foi precisamente nesta fase, na altura do miúdo, que comecei a fazer contas ao tempo e decidi trabalhar por conta própria... hoje já sei mais e sei, principalmente, lidar melhor com a falta de tempo para os ver crescer no dia a dia... mas é doloroso... 20 minutos com a miúda não é nada e eles crescem tão depressa!
A volta ao trabalho, fora de casa, está decorrer como previa... uma estrada longa e com muitas curvas! Foram seis anos longe do mundo empresarial e das suas regras absurdas! Confesso até que me sinto meio perdida no meio de tudo aquilo e principalmente, no meio da mesquinhez das pessoas.
Não sou, nem quero ser melhor que ninguém, faço aquilo que é correto e tento não complicar situações triviais. São coisas simples, mas fazem confusão a muita gente.
Carpe diem digo eu, sempre e em todas as ocasiões.


Sem comentários:

eXTReMe Tracker