2013-04-28

aos domingos








De Vilarinho das Furnas a Ponte da Barca. Parando por aqui e por ali para desfrutar do verde, do vento, das pedras, dos animais e de nós... devagar, ver, ouvir, sentir. Saborear cada momento.


2013-04-25

aos 17


Passam os dias a correr e não tenho registado dela tanto como gostaria.
Está grande e espigada! É uma princesa. Continua a fazer olhinhos e beicinhos e lá vai levando o irmão "na cantiga" dela. E como ela canta! Anda sempre a cantarolar alguma coisa e até conseguimos perceber o que é porque canta em ritmo e afinação!! Um prodigio musical, sem dúvida! ;)
Fala muito, mas percebe-se pouco. Mal acorda chama pelo irmão "Atê" e se ele não responde, vai subindo de tom até ser atendida!
Tem medo da Lucy, adora a Sniz.
Mal vê uma porta aberta, diz logo "tau" e faz-se ao caminho. Adora andar na rua. Detesta ter as mãos sujas.
É a nossa menina... linda, linda, linda! 
Obrigada filha, por tudo o que nos dás.




2013-04-18

Sometimes...

Tenho dias que acho que sim, tenho outros que acho que não. Hoje acho que não.
Não é nada fácil esta vida, não é nada fácil estar tão longe, não é nada fácil ter tão pouco tempo com os miúdos, não é mesmo!
Tenho ali tanta roupa para passar...
Tenho ali um quintal/jardim para arranjar...
Tenho aqui uma dor no peito...
Ai a vida dá tantas voltas e por vezes sinto-me enrolada nelas... enrolada, torcida e retorcida, com aqueles nós que não saem!
Hoje é dia de achar que não, mas amanhã será dia de achar que sim... ou assim espero...

2013-03-25

...



Para a minha mãe...

2013-03-22

Para sempre

"Pelo céu ás cavalitas,
escondi nos teus caracóis,
a estrela mais bonita, que eu ja vi

eu cresci com um encanto,
de ser caçador de sois,
eu ja corri tanto, tanto para ti

fui um príncipe encantado
montado nos teus joelhos,
um eterno enamorado, a valer

lancelot de algibeira,
mas segui os teus conselhos
para voltar à tua beira
e ser o que eu quiser

Refrão (x3)
os teus olhos foram esperança
os meus olhos girassóis
fomos onde a vista alcança da nossa janela

já deixei de ser criança e tu dormes à lareira
ainda sinto a minha estrela nos teus caracóis"





Hoje esta música fez-me chorar. A letra e a música são perfeitas. Simplesmente porque às vezes queria ser princesa outra vez e voltar a ser menina... Fez-me chorar porque me alegra o facto dos meus filhos serem ainda meninos e poderem ser principes encantados nos meus joelhos.

Serão sempre principes encantados.

2013-03-12

GPQUÊ?

No filme UP, a determinada altura dizem isto "GPQUÊ?!" e o miúdo acha uma piadão!
Não temos gpcoiso nem queremos. Continuo a preferir o mapa à moda antiga ou então, uma ajuda do google maps, com detalhe.
Acabaram de me ligar e disseram "a sua morada não entra no gps", dai até conseguir explicar onde fica a casa e de como é fácil encontra-la foi um filme. Sério, é possível chegar aos sítios sem gpcoiso, é possível!
Estou com uma gripe danada, uma inflamação daquelas  na garganta e este corpinho lindo, todo moído com dores.
Tanta coisa para fazer e a gripe dá cabo de mim. valha-me o conclave!!

2013-02-27

Guardador de momentos

Apetece-me ouvir Mafalda Veiga, Maria Bethania... é, Maria Rita também!
Estava para aqui a ler o que para aqui escrevo e já nem me lembro da maioria do que escrevi!!
Gosto de reler estes momentos.
Outro dia pensava neste blog e não sabia se o mantinha ou não... mas quando começo a lê-lo... a resposta é obvia. Sim, é para manter, porque tem sido um bom guardador de momentos! :)

2013-02-03

Carpe Diem

Ainda bem, para mim, que há muito tempo interiorizei isto: Carpe Diem, porque se não o tivesse feito, estaria mesmo muito arrependida.
Carpe dia, aproveitar o dia, o momento, todos os momentos de cada dia. 
Agora que o mundo do trabalho, fora de casa, está de volta à minha vida, tenho mesmo de aproveitar todos os momentos, porque são cada vez mais fugazes os momentos que passo como realmente quero passar!
Num dia destes, enquanto preparava o jantar, já depois de ter dado banho aos miúdos e acendido o lume, pensava no tempo útil que iria ter com a miúda e não foram mais de 20 minutos.
Foi precisamente nesta fase, na altura do miúdo, que comecei a fazer contas ao tempo e decidi trabalhar por conta própria... hoje já sei mais e sei, principalmente, lidar melhor com a falta de tempo para os ver crescer no dia a dia... mas é doloroso... 20 minutos com a miúda não é nada e eles crescem tão depressa!
A volta ao trabalho, fora de casa, está decorrer como previa... uma estrada longa e com muitas curvas! Foram seis anos longe do mundo empresarial e das suas regras absurdas! Confesso até que me sinto meio perdida no meio de tudo aquilo e principalmente, no meio da mesquinhez das pessoas.
Não sou, nem quero ser melhor que ninguém, faço aquilo que é correto e tento não complicar situações triviais. São coisas simples, mas fazem confusão a muita gente.
Carpe diem digo eu, sempre e em todas as ocasiões.


2013-01-12

XINHA 4EVER


A Xinha foi nossa e nós fomos dela durante 13 anos. É a gata da nossa vida. Acompanhou-nos em todos os momentos. Viveu connosco alegria e tristezas. Deixou-nos uma filha. Dormiu enroscada nos meus filhos sem nunca reclamar dos puxões de pêlo que levava. Foi rainha e senhora de todos estes anos connosco. Compreendia-nos e fazia-se compreender. Sempre dona de si, dona de mim. Nunca antes tinha tido um gato que fosse tão companheiro como a Xinha foi e se ela me acompanhou! 
Chegou o seu momento e fê-lo da sua maneira. Deitou-se no cesto de verga ao sol. Enroscou-se e esticou a cabeça e ali ficou. Quero acreditar que foi um bom momento, porque a Xinha merecia todos os raios de sol.
Chiça... isto custa.

2013-01-10

aos 13

Foi na noite de natal que nos brindou com o mais aguardado presente dos últimos dois meses!
Largou-se e começou a andar!

2013-01-06

2012/2013

O que tenho a dizer do ano que já lá vai e do ano que já cá está?...
O ano que já lá vai foi um bom ano. Aliás, há sempre alguma coisa em cada ano que o torna especial. Por exemplo, se em 2011 mudei drasticamente de vida por motivos infelizes, verdade é que foi o ano em que nasceu a minha filha e por isso tem que ser recordado como um bom ano. 
2012 foi um ano difícil  muito difícil e no entanto, quando já começava a desesperar, tive uma visita inesperada ao portão e vinha cheia de boas novas! Logo ai, o ano melhorou e passou a ser um melhor ano!
O ano que começa é um bom ano. Tem de ser. Estou farta de pessimismos e de coisas ruins ou "roins" como terminamos o ano a dizer! Tem de ser positivo, tem de ser bom e vou, vamos fazer por isso.
O trabalho que tenho agora, inevitavelmente muda a minha forma de ver a vida, de a encarar. Muda tudo mesmo. A nossa forma de viver em casa, o nosso tempo, as nossas rotinas e as dos miúdos também. Mas é uma mudança boa. É para melhorar a nossa vida, para melhorar a minha auto-estima e até os meus humores. Difícil ! Sim é difícil  Estive seis anos a trabalhar num "mundo encantado" onde o que fazia era só feito de amor e agora... o que faço, faço também com amor mas é um amor diferente. 
Vou continuar a acreditar e vou vencer.


2012-12-21

eXTReMe Tracker