2011-01-31

do jantar de sábado

Gosto de cozinhar. Gosto mesmo, desde sempre. Adoro temperar e condimentar, experimentar e ficar ao fogão a mexer, a cheirar, a provar, ainda que a maior parte das vezes só prove mesmo quando já está no prato!
Gosto de fazer receitas tradicionais, mas as que mais gosto são as receitas alternativas! Aquelas em que o inesperado acontece e onde se pode misturar coisas que talvez não fizesse se não visse programas de culinária, como os da Nigella ou do Jamie Oliver.
No sábado o jantar foi inspirado na Nigella e fica realmente muito saboroso, este frango que não custa nada a fazer e faz as delicias dos rapazes cá de casa.




Frango "À Nigella" (a minha receita)
1 frango sem pele e partido aos pedaços
Salcichas frescas a gosto!
3 alho francês
3 alho
1 mistura de vegetais para wok (gosto muito da mistura da marca "continente")
canela, caril e sal q.b.
Azeite

Basicamente coloco tudo num pirex (excepto os vegetais para wok) e faço o tempero mesmo no pirex. Os alhos franceses parto às rodelas, os alhos coloco-os inteiros, porque gostamos deles assim! Vai ao forno cerca de 30 minutos e fica mesmo muito bom.
Os vegetais para wok, vão para o wok, com o fio de azeite a saltear e são muito saborosos.
Para o miúdo, normalmente, faço puré.
Et voilá, em menos de uma hora faço uma refeição saudável e saborosa!

Este sábado estiquei-me na cozinha e fiz também uma maravilhosa sopa de feijão com cenoura ralada e salsa, e ainda um estufado de vaca com couve de bruxelas! Sim, é que depois de ficar duas horas a cozinhar ao sábado, não me apetece repetir ao domingo!!

2011-01-29

estes dias



O miúdo anda muito chochinho, constipado, ranhocas e muito mimocas.
A caminhada de hoje foi chuvosa.
Finalmente o louceiro da cozinha está acabado! (um dia falo dele)
Estes dias dão-me vontade de cozinhar, de costurar!

Bolinhos de côco com chocolate
200g côco
100g açucar
2 colh. sopa farinha
1 colh. café de fermento
4 ovos
Chocolate em pó a gosto.
Formas de papel (ainda não tenho das de silicone, mas faço anos em fevereiro!), vai ao forno 20min et voilá

2011-01-25

2011-01-23

aos domingos











Fomos até às Caldas da Rainha e vimos tantas coisas bonitas. Temos de lá voltar porque uma tarde não chega para ver tudo. São tantos os museus, é tão grande e tão bonito o parque e as termas! Parámos, claro no museu da cerâmica e tinha lá ficado bem mais tempo, mas levar lá o miúdo é como meter um elefante numa loja de porcelana e por isso a visita foi rápida! Fomos ver as faianças Bordalo Pinheiro e teria trazido uma peça de cada! Não tinham andorinhas (oh), mas também havemos voltar! Coisas boas, num dia frio, mas solarengo!

2011-01-19

Há coisas assim!



Ele já tinha pedido algumas vezes, para andar de barco.
Ora, esta mãe que tenta realizar os sonhos e pedidos de seu filho pensou que numa ida a Ponte de Lima, sube-se mais um pouco, até Caminha e por lá fazer com seu rebento a travessia do Rio Minho num belo ferry boat.
Eu, estava orgulhosa do feito. O miúdo satisfeito. O sonho concretizado. O passeio animado.
Tudo muito bem e bonito, tirando o final do passeio. Diz-me ele, muito naturalmente, "foi muita fixe mãe, mas eu queria andar num barco de remos!"
Lá está, o miúdo fala em barcos, sem nunca especificar o tipo, e penso em cacilheiros e ir a Lisboa ou ferry boats e ir ao Minho e ele queria tão simplesmente andar num barco a remos!!! DE REMOS!!
A cabeça dele é bem mais simples que a minha!

2011-01-17

José e Pilar

Fui. Adorei.
Sempre gostei de Saramago e agora gosto mais um bocadinho.
Um dia destes vou à Azinhaga e beijo o meu amor na esquina das ruas José Saramago e Pilar del Rio. Bonito, não é? Poético!
Recomendo vivamente.

2011-01-10

do presépio


No inicio foi assim e depois assim.

Os reis magos de "chopper" até ao menino, "está bem mãe?" "Está bem , filho."

Ontem foi mesmo o final, já estava na hora é certo, mas não havia necessidade!

Disse-me, solenemente, após ter brincado ruidosamente durante algum tempo, entre bombas e tiros, algum karaté, monstros voadores e magias, "mãe, morreram todos, não mexas!" "Oh filho, não havia necessidade!"
Presépio arrumado. Até p'ró ano.

2011-01-06

Do Amor e dos dias



Este mimo que recebi em dia de reis é um mimo de amor, de carinho de preocupação. É um mimo de partilha, de vida vivida e da certeza que sabemos bem quem temos e o que temos.
É muito bom amar e ser amada. É tão bom saber-lo como ele me sabe a mim.

2011-01-05

Crianças de 4 anos



Características psicológicas da criança de 4 anos

1. Desenvolvimento psicológico

1.1. Imaginação viva e em fluir contínuo

1.2. É a idade do “como” e do “porquê”. Pergunta tudo e interessa-se por tudo.

1.3. Capta todas as coisas através da observação, mas esta não é educada nem concentrada, antes pelo contrário, é activa e transbordante.

1.4. Como não interioriza as regras de socialização da conduta, não as aceita.

1.5. Egocêntrica. Tenta que gire tudo à sua volta; para o conseguir, chama continuamente a atenção dos outros sobre si própria.

1.6. É lenta em aprender a aceitar as críticas.

1 . 7. Inconsistente nas suas actividades, devido à sua grande energia e expansividade.

1.8. Não delibera antes de agir nem organiza as suas conversas; actua e fala sem pensar.

1.9. É pródiga e superficial na sua actividade mental e na conversação.

1.10. Continuamente charlatã, faz perguntas sem sentido.

1.11. Trata-se de um período de inquietação constante que pode parecer uma regressão.

1.12. Na sua maneira de ser e actuar, as vezes, pode tornar-se uma criança pedante e pesada.

1.13. Usa muito pouco as expressões convencionais das relaç6es humanas.

1.14. Tem medo da escuridão e dos ruídos.

2. Âmbito escolar

2.1. Não é sensível às coisas inacabadas, por isso não se importa de deixar qualquer actividade por outra mais interessante.

2.2. Tem o conceito de um, dois e muitos.

2.3. Capta uma frase inteira, mas é incapaz de analisar as suas palavras.

2.4. Faz continuamente perguntas sem sentido.

2.5. A sua grande energia e a própria iniciativa devem ser empregues em jogos livres.

2.6. Tem pouca habilidade para os trabalhos manuais.

2.7. Possui afã por destruir a obra que empreendeu.

2.8. Está capacitada para actividades que impliquem ritmo, movimento, etc.

2.9. Desenha e pinta.

2.10. Começam os jogos sossegados em cima de uma mesa.

2.11. As suas criações nascem sem imitação nem predisposição, dá-lhes um sentido final.

2.12. Reage ante motivações interessantes.

2.13. Executa trabalhos depois de observar modelos concretos.

3. Actividades das pessoas implicadas na sua formação

3.1. A sua energia e actividade deve ser dirigida para jogos livres.

3.2. É necessário colocar-se ao seu nível, com uma motivação adequada, para que realize as ordens que se lhe dão.

3.3. Dar-lhe motivações interessantes para que realize coisas.

3.4. Não adoptar medidas extremas.

3.5. Ajudá-la a observar as coisas que a rodeiam.

3.6. Paciência e bom humor.

3.7. Habilidade para a orientar e se meter no seu mundo para o conhecer e aceitar.

3.8. É necessário que os pais ajudem a criança a desenvolver a sua consciência, tendo em conta que tanto o excesso de protecção como as atitudes de afastamento podem prejudicar o seu desenvolvimento.

3.9. As palavras são importantes, mas o seu valor é inferior ao exemplo.

3.9. O desenvolvimento da personalidade realiza-se melhor por meios indirectos do que pela força. É preciso ter isto sempre presente e, de modo especial, nesta idade cronológica e evolutiva.

(São estas coisas que tenho de interiorizar e aprender a lidar com o meu filho de 4 anos. Há dias dificies e ultimamente tem havido muitos... :( Fico triste porque não gosto de me chatiar com ele, mas o seu feitio forte e extremamente contestário não tem sido nada fácil. São fases, bem sei. Como diz ai no ponto 3.6, paciência e bom humor!)

2011-01-04

Ele e a ovelha xoné!



Adora este fantoche de mão e não o larga desde domingo!
Há coisas que gostamos muito, mas há outras que gostamos mais!!
eXTReMe Tracker