2008-11-28

Bracara Augusta

É para aqui que vamos. Agora sem sol, mas com neve, se tivermos sorte!
Da última vez foi assim e gostamos tanto.
Que saudades...

2008-11-27

Distribuir Sorrisos

Vi aqui e não resisti a divulgar também.
Curiosamente já tenho um saco de brinquedos do miúdo para entregar. Não sabia onde os deixar, assim já está decidido.

2008-11-22

Calling all angels

Depois de ver o filme Pay it Forward, não resisti a partilhar esta belissima música e convidar todos a ver o filme. Fui às lágrimas com ele. É um filme simples, onde um miúdo tenta mudar o mundo, o seu mundo... A vida tem momentos tão complicados. Por vezes é tão simples ajudar alguém, tornar o dia mais fácil, mais bonito. Por vezes somos tão egoistas que não vemos a beleza da vida, do mundo.

É isso, peace and love. Be happy

Por falar em macho...

Para ti, amor. Obrigada por me amares.

Kiss - I was made for loving you

Para as meninas do Toblerone

Creed - With Arms wide Open

Pergunta: Porque é que todos os homens que conheço adoram Toblerone?!

Será coisa de macho?!

2008-11-21

1 ano, 11 meses, 1 semana, 1 dia

Lilypie 2nd Birthday Ticker

Está, como se vê por este belissimo contador, quase a fazer dois anos.

Está com 90cm, enorme portanto, tendo em conta que meço pouco mais de metro e meio!Fala muito e pergunta tudo. Já diz o que quer e o que não quer. Tem pior feitio que eu!

Faz pum-puns em todo o lado. Todo o lado mesmo. Como tenho dito, o miúdo tem música na cabeça. Anda sempre a cantarolar e é absolutamente viciado em ritmos. Os lápis de cores não servem exactamente para pintar, mas são excelêntes baquetas. Estão pela casa, sempre dois a dois, como se pode ver por este maravilhoso plano do WC, em que os lápis são baquetas e a banheira bateria!

Temos um entendimento fantástico. Por vezes nem precisamos falar, entendemo-nos com um simples olhar. Hum, tão bom, como costumamos dizer quando damos um xi-coração apertado.

No aniversário vai receber uma bateria. Até consigo imaginar o seu sorriso!

2008-11-20

2008-11-18

Sonho meu

Acordei de madrugada sacudida pelo choro estridente do miúdo. Rapidamente o meu cérebro identificou o choro, "peta perdida no vale dos lençois". Saí do meu canto quentinho, aquecido por uma felina siamesa e um urso que roncava compassadamente. Os meus pés procuraram os chinelos, amigos no chão frio do corredor que separa os quartos. Fui "beta jones" em busca do objecto perdido, nesse vale quentinho. Objecto identificado, rapidamente colocado e pronto, já está, novamente a dormir. Quando regressava, no escuro deparei-me com o sonho que estava a ter quando fui sacudida. Escrevia uma carta ao sr. presidente da edilidade, para que se fizessem mais eventos culturais... ri-me de mim! Pois quem é que no seu devido sono reivindica mais cultura?! Só mesmo esta minha cabeça! Regresso ao meu canto, ainda quente e aconchegado por aquela felina que me enrosca há nove anos e pelo urso que ainda roncava. Enroscada na felina, sacudi o urso, não há sono que aguente tamanho ronco!

2008-11-17

Trem das onze

Não posso ficar Não posso ficar Nem mais um minuto com você Sinto muito amor Mas não pode serMoro em Jaçanã Se eu perder esse trem Que sai agora às onze horas Só amanhã de manhã E além disso mulher, tem outras coisas Minha mãe não dorme enquanto eu não chegar Sou filho único Tenho minha casa pra olhar Gal Costa
Esta é a música que possui a minha cabeça, hoje... cá exorciso!

2008-11-09

Oh p'ra nós tão lindas!

As PANTALONAS, são umas lindas palhacinhas que animam festas de aniversário, casamentos, batizados e todas as outras festas!
Ontem foi dia de casamento e havia uma listinhas com cerca de 70 miúdos para animar! Coisa pouca! Animamos com jogos tradicionais, cantoria, dança, presentinhos e muita correria também!
Primeiro temos que começar por seleccionar o material,

depois limpar,

colocar tudo dentro de um carro (ou dois!) e arrancar direitinhas ao acontecimento!

Já no local, deixamos tudo nos devidos lugares para que a animação seja non stop e vamo-nos vestir!

Algum pó de pirlim-pim-pim.... et voilá, ficamos lindas!

Gostamos tanto de ser palhaças!

2008-11-05

Barak

O Barak Ganhou!
Viva o Barak!
E que viva por muitos e longos anos.
Sempre acreditei que ele ganhava, sempre temi que não o deixassem ganhar.
Que os bons ventos de mudança se alarguem pelo mundo.
Energias Positivas no ar!

2008-11-04

Ilona - Chiquitas

O miúdo gosta e eu também!

"O que faz a terra girar é o amor, o que faz o mundo dançar, é o amor... é o amor, foi sempre assim!"

2008-11-03

Que...

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gastroenterite é uma infecção que atinge o sistema gastrointestinal ocasionando sinais e sintomas deste aparelho como as diarreias, cólicas intestinais e vómitos. O termo gastroenterite é utilizado de uma forma geral, pois se refere a um grupo de distúrbios cujas causas são as infecções e cujos sintomas incluem a perda de apetite, a náusea, o vómito, a diarreia de leve a intensa, a dor tipo cólica e o desconforto abdominal.
Fomos todos atacados e estamos de rastos. Malditas cólicas...

2008-11-01

No creo en brujas...

Nem sei bem por onde começar. Os últimos dias não têm sido generosos comigo, ou então não tenho estado aberta para eles. As alterações hormonais a que me sujeitei neste último ano
não têm ajudado e as complicações da vida "adulta" também não.
Sinto falta de mim. Ainda que faça quase tudo que me proponho, ainda que tenha conseguido concretizar alguns dos meus sonhos, tenhos outros tantos por satisfazer e a busca constante de uma constante deixa-me fora de mim... Ás vezes sou mais eu, outras vezes não.
Deambulo entre o que faço e o que devia fazer, ou o que é suposto fazer, ou o que os outros supoem que faça... são muitas suposições!
A questão é que ultimamente não tenho tido grande paciência para ninguém, (incluindo o meu próprio filho, coisa que considero injustificável) e isso deve-se sem dúvida a esta "falta de mim" e com isto nem sei muito bem como explicar. Não explico, escrevo para exorcisar.
Tenho tido a tensão desregulada, novamente. Já marquei consulta. Já não aguento mais as dores de cabeça e a vida continua e não posso parar.
Gastroenterite é a "doença" que o miúdo tem. Terrivel vir da noite de Halloween e dar com ele todo vomitado, envolto numa diarreia nauseabunda. Coisas da vida, como a minha própria mãe fez questão de me lembrar. Numa noite que acabou de forma absolutamente estranha, diria, como alguém me disse, foi das bruxas!
No creo en brujas, pero que las hay, las hay!
Alguém me sabe dizer quem é o autor desta célebre frase?! Não sei e devia saber e esse facto também me incomoda!
eXTReMe Tracker