2009-04-22

os nossos dias...

Estava a visitar o blog da Rosa e mais uma vez descobri com ela, um documentário brasileiro sobre publicidade para crianças. Está no You Tube, este é só o trailer, que já de si é bastante assustador.

Realmente acho que as crianças hoje em dia têm "coisas" demais, demasiadamente obvias e básicas, que não ensinam, não estimulam e que só servem para "enganar" as suas mentes... cá por casa não se compram brinquedos só porque sim (a comprar, insisto nos mais educativos e livros) e tenta-se que a televisão não seja objecto de companhia nem hobbie. Não é nada fácil, mas o meu filho de dois anos não pode saber/querer/compreender que um popó hot wheels é melhor que um popó comum! sendo que me custará menos de metade do preço... Mas não é fácil...

3 comentários:

Lu disse...

Olha, eu posso estar errada, mas na minha opinião, desde que o mundo é mundo, as crianças querem o que não podem e insistem com os pais para conseguirem o que desejam. Elas estão mais consumistas? Sim, com certeza. Até porque os pais também estão. A verdade é que a maioria dos pais não faz o que você está fazendo. É mais fácil comprar o que a criança quer do que argumentar e convencê-la, ensiná-la de que na vida é mais importante ser do que ter!

karoxinha disse...

cá em casa as coisas tem conta e medida... e ainda se vai para correr, saltar e pular... pq isso é preciso... isso é ser criança...

e graças a Deus nem se sonham com namorados looooooooooooooool

bjinhos karinhosos
Karoxinha

betinha disse...

Lu, concordo que o consumismo dos filhos seja também uma consequencia do comportamento dos pais. Por isso mesmo cabe a nós termos cuidado e atenção. POr mais cansada que esteja, tenho que ter tempo para ele. TEMPO para estar, brincar, rir, ler, ouvir música, pintar... enfim estar com ele e não sustituir a falta que lhe faço com brinquedos e acessórios que só serviram para aumentar a sua solidão e ansiedade.

eXTReMe Tracker