2008-04-07

As devidas apresentações

A Nikita é a gata nova cá de casa, que de nova não tem nada. Onze respeitosos anos, que lhe conferem um ar mesmo muito respeitoso, mas extremamente meigo. É a mãe da Xinha, mas não se viam há nove anos e sendo ambas fêmeas respeitáveis e temperamentais a habituação não tem sido fácil. A Xinha está numa fase muito sensível da sua vida. Teve à quinze dias um aborto de uma ninhada de cinco… não foi bonito, mas lentamente ela recupera. Está fragilizada e isso vê-se até na forma como caminha e como se comporta. Ora, ter a Nikita constantemente a fazer-lhe esperas também não ajuda! Já as separei, com a apresentação dos devidos odores de cada uma, mas não parece ter funcionado porque continuam a agredir-se. Lutam e atacam-se, ficando sempre a Xinha absolutamente estatelada no chão. Normalmente separo-as para evitar maiores danos. Sei que ainda é cedo e tal… mas estou preocupada. Nisto tudo, a Lucy também não sabe como proceder. Sempre que a Nikita vai para o telhado da varanda, ladra-lhe como se fosse uma invasora, mas se a vê no pátio tenta brincar com ela. Claro que a Nikita, imediatamente lhe lança as garras e ai a Lucy ataca! Se a Nikita não lhe faz nada, também não lhe diz nada e só reage se a Xinha reagir… enfim, tem mesmo sido uma convivência difícil. As intervenientes:
Nikita - A Terrivel / Xinha - A Fragilizada / Lucy - A Indecisa

5 comentários:

Alexa disse...

São bem bonitas as tuas gatinhas e a pequena Lucy :)

Desculpa lá não ter sido de grande ajuda (com os conselhos que te deixei no meu blog)!

Ao ler este teu post, apercebi-me que, provavelmente, a Nikita ficou susceptível ao cheiro da Xinha... por causa do aborto (e eventualmente, se ela esteve no Vet. pior ainda, eles odeiam o cheiro de medicamentos e éter)... e daí fazer-lhe essas esperas.


Uma coisa que resulta muito bem (e acalma os ânimos) quando elas se engalfinham umas nas outras é borrifá-las a ambas com água.
Já experimentaste?
Acalmam logo e não ficam ressentidas com os donos, pois pensam que é um inimigo imaginário... E pode ser que, desta forma, se aliem ambas contra o inimigo imaginário e se passem a dar bem ;)

Outra coisa que, também, costuma acalmar muitíssimo os gatos em caso de stress é a música clássica (Bach, sobretudo).

Bjs e coragem (isso leva o seu tempo, mas elas habituam-se uma à outra :)

karoxinha disse...

Olá

o convivio entre seres vivos nem sempre é fácil... nós humanos que somos considerados racionais nem sempre conseguimos estar com outro "igual" a nós por mais de dois segundos... os animais quem sabe são iguais... dá-lhes tempo

a Xinha neste momento está carente precisa de atenção... acho que ela deve ser o teu "alvo" principal... a Nikita esta a querer marcar terreno.. a a Lucy tadinha sente-se um cadinho perdida... afinal ela sempre conviveu com a Xinha...

vamos dar mais um pouquinho de tempo...

bjinhos karinhosos
karoxinha

Anónimo disse...

ola minha querida mulher com calma como tu tens consegues com que elas se habituem beijocas grandes para todos.
Assina:tia

ifrias disse...

Bom dia,

Parece que tens uma situação complicada para resolver . Isso vai lá com o tempo .
A foto da Lucy está genial, muito boa mesmo !

Abraços a todos ai em casa !

Cumprimentos,
Ivan Frias

johnspock disse...

oi Sister...
gabo a tua paciencia pra tomar conta dissi tudo ai por casa...
os animais são como as pessoas... ao fim de terem o seu espaço e aparecer algeum alheio a invadir o território alheio é inimigo a abater...
pelo menos é isto que os animais sentem...
pra muitos dos humanos ainda é assim hoje em dia....
jokas e tudo de bom ai pra voçes em casa...
jokas em especial pra mãe e as melhoras pra Ela...
Mike

eXTReMe Tracker