2008-11-18

Sonho meu

Acordei de madrugada sacudida pelo choro estridente do miúdo. Rapidamente o meu cérebro identificou o choro, "peta perdida no vale dos lençois". Saí do meu canto quentinho, aquecido por uma felina siamesa e um urso que roncava compassadamente. Os meus pés procuraram os chinelos, amigos no chão frio do corredor que separa os quartos. Fui "beta jones" em busca do objecto perdido, nesse vale quentinho. Objecto identificado, rapidamente colocado e pronto, já está, novamente a dormir. Quando regressava, no escuro deparei-me com o sonho que estava a ter quando fui sacudida. Escrevia uma carta ao sr. presidente da edilidade, para que se fizessem mais eventos culturais... ri-me de mim! Pois quem é que no seu devido sono reivindica mais cultura?! Só mesmo esta minha cabeça! Regresso ao meu canto, ainda quente e aconchegado por aquela felina que me enrosca há nove anos e pelo urso que ainda roncava. Enroscada na felina, sacudi o urso, não há sono que aguente tamanho ronco!

3 comentários:

ifrias disse...

LOL, o urso a roncar , fazes cada associação hehe :)

Tens jeito para a coisa ... para os textos cómicos . Já pensaste em "elaborar uma rubrica" dedicada única e exclusivamente a isso :P Até poderias compilar tudo num livro e vender depois . De certo que teria mais sucesso do que alguns "calços de mesas de cabeceira" que por ai andam ... perdidos...algures...

karoxinha disse...

Olá

esses choros a meio da noite já não são muito bons... mas em noites de inverno pior ainda...

gostei da parte do urso que ronca... tb tenho um lá por casa... volta e meia tem q levar umas sacudide-las pq ele ronca como se nao houvesse amanha lool...

bjinhos karinhosos já sem peta yuuupiiiii
karoxinha

Lu disse...

Hahahahahaahahahahahaha!!! Adorei!

eXTReMe Tracker