2006-03-31

Teatro

Ontem fui assistir a mais uma peça da Cenourem, O Casamento, peça de Sérgio Ribeiro apresentada pelo Grupo de Teatro de Seiça. No início julguei que se tinham inspirado em João César Monteiro, tal era a escuridão naquela sala!
Quando finalmente os noivos, (e que lindo vestido levava a noiva!) respectivos convivas deram o ar da sua graça, gerou-se na sala um verdadeiro ambiente de casamento, o público fazia mais barulho que os próprios, mas barulho é muito normal em casamentos! A peça está engraçada, o grupo conseguiu criar o ambiente de casamento, com bailarico e tudo!
Gostei, mas… faltou essência... Talvez porque a expectativa relativamente ao texto era grande… o texto pede mais atitude, mais genica… falta-lhe algo, na minha humilde opinião. De qualquer forma, vão ao teatro, "O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores."

1 comentário:

PM_Nicas disse...

Sinceramente nós até iamos mais ao teatro se por vezes houvesse uma maior divulgação, por parte de quem organiza, neste caso penso que a Câmara. Ja tenho saudades do teatro..

eXTReMe Tracker